CONTACTO:
Conviértase en miembro

Portugal é um Exemplo de Estabilidade e Crescimento Sustentado

Palletways megacamion

Com 23 hubs, mais de 450 depósitos e 400 membros na Europa, a Palletways especializou-se na distribuição expresso para mercadorias paletizadas. Chega a movimentar por dia cerca de 45 mil paletes na Europa e 4.800 na Península Ibérica. Investir na digitalização e em soluções de transporte alternativas e desenvolver novos serviços são as grandes apostas. Portugal que já conta com três membros é visto como «uma importante oportunidade de crescimento.

 

Fundada no Reino Unido em 1994, a Palletways fornece serviços de distribuição expresso para mercadorias paletizadas e assume-se como a rede líder na Europa com mais membros e com mais volume. Em entrevista à Logística Moderna, Luis Zubialde, CEO do Grupo Palletways, e Gregorio Hernando, Director geral da Palletways Iberia falam do conceito das vantagens desta rede, bem como da importância da digitalização e das apostas futuras.

 

Logística Moderna – Qual o conceito da Palletways e a sua dimensão actual? Luis Zubialde e Gregorio Hernando –

 

 O conceito inicial foi muito similar ao das redes courier, ou seja, pequenos envios expresso. O objectivo era fazer o que o mercado courier fazia com pequenos envios de vários formatos, mas com mercadoria paletizada.

 

O conceito é simples e a empresa é revolucionária. Um negócio de nicho especializado na distribuição de 1 a 5 paletes.

 

A ideia expandiu-se rapidamente no mercado britânico e em poucos anos surgiram várias redes noutros países. Essa foi a origem. Hoje, a Palletways pertence ao Grupo Imperial e é líder do mercado europeu na distribuição expresso de mercadoria paletizada. Actualmente, a Palletways está presente em mais de 24 países, com mais de 450 armazéns/centros de distribuição, cerca de 400 empresas independentes a que chamamos membros, formando redes domésticas. Contamos ainda com 23 hubs na Europa estrategicamente localizados.

 

Trata-se de um negócio com rentabilidade comprovada para os nossos membros e para o Grupo Palletways, e que permite, a partir de qualquer ponto geográfico, conectar-se com os 24 países da Rede, da mesma forma que seria feito localmente, uma vez que temos uma plataforma de IT única para todos os membros da Europa. Em grande medida, estes factores são decisivos no crescimento e consolidação do nosso Grupo.

 

Qual foi o crescimento na Europa e na Península Ibérica?

 

A grande diferença entre a Palletways e os seus concorrentes é que, em 2004, foi tomada a decisão estratégica de expandir o negócio num formato muito semelhante ao dos britânicos no resto da Europa. Foi assim que se criaram os mercados no Benelux (2005), Península Ibérica (2006) e em Itália (2007). Em 2008, a interligação internacional começou, bem como a Palletways Alemanha em 2010, etc. Por fim, o modelo foi replicado noutros países, mas com uma orientação muito local em cada mercado.

 

A diferença de outros serviços de distribuição, é que a Palletways tem um modelo de negócio válido para qualquer país, sendo muito importante a gestão local, uma vez que contamos com especialistas, isto é, membros que têm um grande conhecimento do seu mercado e contacto directo com o cliente. O modelo foi muito bem sucedido, especialmente na Península Ibérica, que foi o mercado onde o modelo original foi melhor replicado. Os membros que aderiram à rede alargaram os seus horizontes com os seus clientes actuais, acedendo a potenciais novos clientes. É verdade que existiam outras empresas que faziam distribuição de mercadoria paletizada mas não neste nicho e não de forma especializada.

 

Além disso, as nossas ligações internacionais diárias são uma vantagem muito grande para os nossos membros, muito distintas do modelo de transporte tradicional. Temos saídas fixas diárias entre cada hub. Este é o nosso modelo, e em grande parte a razão para o nosso sucesso.

 

Existem na Europa outras empresas similares à Palletways?

 

Tanto em Inglaterra como em outros países, existem empresas e redes que competem a nível nacional connosco, mas não têm a cobertura internacional oferecida pela Palletways.

 

Ao nível do volume de paletes, há empresas, os grandes integradores, que movimentam mais paletes do que nós ao ano, mas o modelo é outro, sendo o nosso baseado na relação de crescimento sustentável com os nossos membros.

 

Descarga aquí la versión PDF de esta entrevista

Latest news

Cookies

Este sitio web utiliza cookies.  Al continuar navegando por el sitio, usted está de acuerdo con nuestro uso de cookies.  Obtenga más información